sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Cuidado ao dar bom dia no seu e-mail

Vários e-mails corporativos começam desejando um bom-dia, não é mesmo?

Mas o que talvez você não saiba é que eu escrevi certo, nesse caso é bom-dia (com hífen) mesmo.

Mas afinal: “bom-dia” ou “bom dia”?
Muita gente se confunde com isso.

A chave da solução é a seguinte: quando for substantivo, significando “um cumprimento”, e em geral precedido pelo artigo “um”, escreve-se com hífen:

Gostaria de desejar-lhes um bom-dia antes de me retirar.

O mesmo vale para “boa-tarde” e “boa-noite”:

Abraçou-me com um grande sorriso de boa-tarde.
Deu-nos um boa-noite com muito carinho.

Observe: “um boa-tarde” e “um boa-noite".

O artigo, neste caso, não concorda com a palavra da frente ("boa"), mas sim com toda a estrutura composta (um cumprimento de boa-tarde, ou de boa-noite).

A forma sem hífen, (bom dia, boa tarde, boa noite), não é um substantivo.

É o próprio ato de se cumprimentar ou de se desejar um dia bom, uma tarde boa ou uma noite boa:

Bom dia, gente.
Boa tarde, queridos alunos.
Boa noite, Brasil.
Bom dia, presidente.
Bom dia, meu amor.

Entendido isso, agora vamos começar escrevendo o e-mail de forma correta:

Bom dia à todos!

Opa!!! Tem erro de novo!

O hífen realmente não existe, mas a crase também não!

"Todos" é um pronome indefinido, e antes desse tipo de pronome não se usa crase.
Mas vou deixar pra falar de crase numa outra ocasião.

Então, bom dia a todos!

3 comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito vou colocar nos meus favoritos !
Essa frase ou esta frase esta correta?

Obrigado pela dica !
Tenha um bom-dia!

PROFESSORA LUCIANY disse...

Parabéns goltei muito do artigo.

Augusto Barbosa disse...

Muito didático...e instrutivo.

Postar um comentário