quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Outra garotinha com câncer que vai receber ajuda da AOL

Recebi hoje (15/12) mais um e-mail da série "Minha filha está com câncer e vai receber uma ajuda da AOL...".

É na verdade uma variante de um dos mais antigos falsos e-mails que circulam pela internet, falando de Raquel Arlington, uma garotinha com câncer.

Aí vai o conteúdo exato:
"Caros colegas,

Repassem por favor, só quem é pai sabe a dor....

Trata-se de uma pessoa da Sinergia. Por favor, não deixe de passar!!!

Se você apagar isto sinceramente você não tem coração...

Oi, eu tenho 29 anos. Deus me abençoou com uma menina. Minha filha é chamada Raquel e ela tem 10 meses de idade. A alguns dias os doutores encontraram nela um câncer cerebral . Há só um caminho para salva-lá... Operação.
Infelizmente, eu e meu marido não temos bastante dinheiro para cobrir isto. AOL e ZDNET nos ajudarão.
Pedimos a você que repasse esse email a todas as pessoas que puder e AOL limpará este e-mail e contará as pessoas recebidas.
Cada pessoa que abrir este correio e passar adiante três pessoas pelo menos, nós receberemos 32 centavos..
Por favor nos ajude. Sinceramente

Abraços

Wanessa da Silva Pinto

Petrobrás/Projeto Sinergia/Coordenadora de Curso
Telefone: (21) 3876-3235 (21) 3876-3235
Rota: 816
Chave: XL41

Essa história já é velha.
Veja este artigo no site QuatroCantos.com (leia a matéria até o fim) e note como ainda há semelhanças entre essa versão e as demais que circulam pela Net.
Veja este outro artigo, em inglês, que fala sobre outras versões desta história.

O mais interessante é que esse e-mail foi enriquecido: veio com um anexo contendo um relatório médico (um arquivo chamado RELATÓRIO MANUELA.doc) de uma menina chamada Manuela Duarte Nizza, que não tem absolutamente nada a ver com a menina mencionada no e-mail nem com a mãe.
Ou seja, uma miscelânea de desgraças que não têm ligação entre si e que têm como objetivo sensibilizar o destinatário.
Vieram também algumas fotos anexas que parecem ter relação com o relatório e não com a história do e-mail, porque mostram um bebê com algumas manchas na pele.

Enviei um e-mail para o endereço wanessasp@petrobras.com.br e, como já era de se esperar, foi rejeitado por não existir no domínio da Petrobrás.

Se você acompanha este blog, certamente não se deixa sensibilizar mais por esse tipo de e-mail. Se é um visitante novo, vale a pena conhecer a sessão Mentiras da WEB e ter uma visão geral sobre todo tipo de bobagem que circula pela Internet.
E entender porque esse tipo de mensagem existe.

Quando pensamos "Na dúvida, vou repassar a mensagem, porque não há nada a perder...", estamos cometendo um grande erro.

Para saber mais, leia também neste blog:

11 comentários:

Valéria disse...

Oi Bruno. Em 1º lugar gostaria de parabeniza-lo pelo blog. Em 2º gostaria de saber se vc não se importa que eu post seu texto na integra c/ todos os créditos a ti (inclusive link), em meu blog?
É q não aguento mais receber esse tipo de e-mail das minhas próprias primas, enfim...já as avisei, porém parecem que não leem....nossa isso me mata, essa falta de informação, de sair repassando tudo que recebe e recebi esse mesmo e-mail ontem.
Vou copiar seu material te dando os creditos e passando o endereço de seu blog; claro, assinando em baixo sobre tudo o q disse. Qualquer problema entre em contato comigo.
Obrigada.
Valéria

OBS: ponho no ar até o fim da tarde de hoje.
http://valeriaamoris.wordpress.com/

Bruno G. Dinardi disse...

Valéria:

Sem problemas.
Fique à vontade para criticar, comentar, publicar ou indicar.

Valéria disse...

Oi Bruno, tudo bem?!

Obrigada por sua atenção e visita ao meu blog.

Gostaria de avisa-lo que acabei de postar o material que copiei do seu blog. Um sobre a garotinha com câncer e o outro sobre e-mails falsos que rendem milhões.

Caso não gostar da forma como postei me avise, tá?!

Bom, ficou um post gigante...mas nada comparado ao tamanho da minha indignação com esses
falsos e-mails; mas...

Creio que é isso!! Ah! o título é: Falsas “correntes do bem” que circulam na internet

Obrigada, novamente, por ceder gentilmente o material do seu blog. Espero ter feito jus
do mesmo.

Vamos trocando figurinhas, ok?!

Bjs,


http://valeriaamoris.wordpress.com/

http://valeriaamoris.wordpress.com/2009/12/17/falsas-“correntes-do-bem-que-circulam-na-internet/

Anônimo disse...

oi td bein?sabe e-mails como esse deixam as pessoas muito sensibilizadas.Pra te falar a verdade eu até choro!
O que eu queria saber é se isso é tudo mentira mesmo,e cono vc acha q foram encontradas essas fotos?será q é montagem?
Qual sua opinião sobre tudo isso falando de coração?
bjos...e parabéns pelo documentário!me responde por favor.anabeatriz_marques123@hotmail.com

Anna disse...

Tomara que vc consiga, Deus vai abençoar vc e sua filha estou torcendo por vcs tenha fé que vcs vão conseguir.Ja mandei para todos os meus amigos.ABRAÇOS não desista não deixe ela morrer por favor.

Bianca disse...

Oi, Bruno, acontece que o caso da Manuela é verdadeiro, entrei em contato com o hospital e com a família, só que colocaram o caso dela junto com o da Menina com cancêr a Manuela faleceu em novembro de 2009 sem diagnóstico.

Anônimo disse...

hola! Eu realmente gostei deste blog

Anônimo disse...

meu nome é heloana e me sencibilizei com essa historia e queria saber se é verdade ou mentira.porque caso seja mentira saiba que é uma brincadeira de muito mal gosto .por favor me responda.
heloana.jessica@hotmail.com
estou esperando noticias
obrigada.

Adriana disse...

É verdade que a menina da foto faleceu?

Elias disse...

Culpa desta gente idiota que acredita em tudo o que ouve e lê.
Conheço um monte de gente que fica me mandando estes lixos. respondo dando uma enrabada daquelas e daí a poucos dias lá vem essa merda de novo. É isso e essas orações de merda com musiquinha de fundo destilando maldições se você não repassar. Puta que pariu. odeio gente burra!

Anônimo disse...

Ola!
Uma empresa que lança um marketing viral, tem como objetivo entre outros, promoverem seu "nome"!
No caso dessas correntes com crianças... De onde partem esses textos com fotos, com qual finalidade?
Quem repassa é por sensibilidade, mas quem cria é apenas por não ter o que fazer?
Obrigado!

Postar um comentário